InternetData CenterAssinante

SESI SENAI iniciam aulas de robótica em escolas públicas

Instituições serão responsáveis por mais de 200 estudantes de Criciúma
SESI SENAI iniciam aulas de robótica em escolas públicas
Foto: Divulgação
Por Redação Em 07/08/2019 às 22:45

Iniciaram nessa segunda-feira, dia 5, as aulas de iniciação profissional em Robótica Arduíno para mais de 200 alunos do 8º e 9º ano da rede pública municipal de ensino. Numa parceria com a Prefeitura Municipal de Criciúma, através da Secretaria de Educação, o SESI SENAI e outras instituições de ensino atenderão 37 escolas do município. As instituições do Sistema S, especificamente, irão trabalhar com 9 turmas na região do bairro São Luiz.

“Esta parceria permite aos alunos uma oportunidade ímpar, de se formarem na rede municipal de ensino, e terem uma certificação de iniciação profissional SENAI. Muitas prefeituras municipais estão aderindo ao programa de iniciação profissional SENAI, pois além das competências técnicas, são desenvolvidas as competências socioemocionais, tão requeridas pelas profissões atuais e futuras”, comenta o supervisor do Ensino Médio SESI SENAI, Rodrigo Brandelero.

Serão quatro horas de aulas ministradas, uma vez por semana, por instrutores do SENAI com especialização em gestão, empreendedorismo e tecnologia robótica.  Ao final do curso, com carga horária de 80 horas, todos os alunos irão receber um certificado. O SESI SENAI será responsável pelas escolas: EMEIEF. Giácomo Zanette, EMEIEF. José Rosso e EMEIEF. Pe. Ludovico Coccolo, sendo que na EMEF. Dionízio Milioli, EMEIEF. Angelo De Luca e EMEIEF. Serafina Milioli Pescador ainda há vagas.

Segundo Rodrigo, o foco das aulas será a Robótica com Kits Arduíno. Além disso, os jovens terão a oportunidade de visitar as instalações do SENAI. No planejamento das aulas ainda tem abordagens de jogos de programação, ensino maker, gamificação, computação desplugada, impressão 3D corte a laser, simulação de Sistemas embarcados na Plataforma Tinkercad, projetos e seminário de conclusão.            

"O projeto objetiva, dentre outros benefícios, despertar nos jovens o interesse por novas tecnologias e as profissões do futuro, oportunizando de forma prática, vivências que colaborarão para suas escolhas futuras e descobertas de afinidades. Evidenciamos diariamente a busca das empresas por profissionais com estas qualificações”, pontua a gerente executiva do SENAI e do SESI da Regional Sul, Graziela da Silva Branco.

Colaboração: Clara Fernandes  - Novo Texto Comunicação