InternetData CenterAssinante

Maracajá quer ampliar inclusão de alunos da Apae

Alunos deram ideias e sugestões em visita ao prefeito da cidade
Maracajá quer ampliar inclusão de alunos da Apae
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 10/07/2019 às 22:09

Apesar de em 2019 ter aumentado em 30% em comparação a 2018 o valor dos repasses à Apae, a administração municipal precisa e pode fazer mais em favor das quase 50 pessoas atendidas diariamente pela instituição. "Não basta o dinheiro, o mais importante é a inclusão de vocês em todas as atividades e iniciativas de nossa administração e faremos isto", disse o prefeito Arlindo Rocha a um grupo de nove alunos da Escola Especial da Apae de Maracajá, que o visitaram nesta quarta-feira, dia 10.

A visita ao gabinete do prefeito foi uma decisão dos alunos, integrando as atividades da Semana da Autodefensoria, um movimento desenvolvido pelas Apaes, no qual os alunos têm espaço para sugestões e ideias visando seus direitos. O Casal Autodefensor, Saturnino Pereira Neto e Adriana da Cruz, reivindicou que tenham aulas de capoeira, uma experiência que ocorreu no passado e que gostariam de ter novamente. Além disso, solicitaram que outras atividades sejam proporcionadas, como técnicas de jardinagem, por exemplo.

"Vocês são mais que normais, são especiais, e é assim que devem ser e serão tratados", enfatizou o prefeito de Maracajá, garantindo esforços para atender as reivindicações feitas, além de estudos para que outras atividades produtivas e de lazer sejam planejadas e desenvolvidas, visando a inclusão integral dos alunos da Apae. A coordenadora de Autodefensoria e Autogestão da Apae de Maracajá, Cristiane Masiero da Rocha, destacou a importância do encontro dos alunos com o prefeito.

Colaboração: Gilvan de França / Prefeitura Maracajá

Leia mais sobre: