InternetData CenterAssinante

Escola promove concurso que estimula a criatividade e a reflexão ambiental

Escola promove concurso que estimula a criatividade e a reflexão ambiental
Foto: Divulgação
Por Redação Em 08/06/2019 às 17:18

O corpo de jurados formado por oito pessoas foi unânime em afirmar: “vai ser difícil escolher o melhor”. Em poucas palavras, esta foi a expressão mais usada pela maioria das pessoas que compuseram o júri do concurso para escolher o robô mais interessante, confeccionado por alunos da Escola Municipal de Ensino Básico Dom Anselmo Pietrulla, e que servirá de mascote para a promoção do projeto Feira do Conhecimento e Tecnologia, também promovida pela escola, dia 28 de junho.

Embora ninguém fosse obrigado a participar, o concurso mobilizou dezenas de alunos, que, individualmente ou em grupo, capricharam na confecção de 29 robôs com os mais diversos tipos de lixo. O concurso está inserido num conjunto de políticas pedagógicas da escola que busca trazer a questão ambiental mais próxima dos alunos, para ser tratada de maneira mais didática e lúdica também. “Nosso objetivo principal foi despertar a criatividade dos alunos, mas também a consciência crítica para os problemas ambientais”, disse a diretora da escola, professora Carla Xavier, ao descrever resumidamente aos jurados o projeto da escola e os objetivos a serem alcançados. A engenheira Renata Porto, analista ambiental da Prefeitura advertiu os alunos para que refletissem bastante sobre a facilidade com que puderam encontrar o lixo a ser usado. “Isso nos leva a pensar: será que não estamos consumindo demais? Será que não estamos usando descartáveis demais? E que fim estamos dando aos nossos lixos?”, questionou.

E se a criatividade era o objetivo número um, certamente ele foi alcançado, pois o que os jurados viram foram verdadeiros mergulhos na arte e na inspiração. O resultado mereceu rasgados elogios à criançada e muita cautela na avaliação de cada trabalho, para não cometer injustiça. Dentre os critérios a serem avaliados estavam criatividade, altura e acabamento.

Os três melhores robôs foram o Nº 23, dos alunos André, Stefany e Luiz Henrique (3º lugar); o robô 09, da equipe formada por Isabel Vieira, Daniel Vieira e José de Freitas (2º lugar); e o robô 14, da dupla Eliezer e Vitor (1º lugar).  Os demais candidatos receberam um certificado de participação. 

Colaboração: Jornalista Álvaro Dalmagro - Assessor de Comunicação