InternetData CenterAssinante

Egresso da Unesc é finalista do Prêmio Talento Engenharia Estrutural da Gerdau

Vencedores serão conhecidos no dia 31 de outubro
Egresso da Unesc é finalista do Prêmio Talento Engenharia Estrutural da Gerdau
Foto: Fábio dos Santos Colares
Por Redação Engeplus Em 21/10/2019 às 08:53

O egresso do curso de Engenharia Civil da Unesc, Fábio dos Santos Colares, é um dos finalistas do 17º Prêmio Talento Engenharia Estrutural da Gerdau. Com o trabalho intitulado “Projeto Escritório R Dimer/Dunas Hotel”, o profissional se destacou entre concorrentes de todo o Brasil e faz parte de um seleto grupo com cinco contemplados na categoria Jovens Talentos. Os vencedores de cada categoria, assim como as menções honrosas, serão conhecidos no 22º Encontro Nacional de Engenharia e Consultoria Estrutural, que ocorre em 31 de outubro, na cidade de São Paulo (SP).  

A participação no prêmio foi idealizada durante a finalização do projeto em 2017, em conjunto com a Lithos Arquitetura. O engenheiro egresso da Universidade conta que durante suas visitas ao site da Abece (Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural), parceira do prêmio que divulga os portfólios inscritos, percebeu que seu trabalho tinha potencial de ser um dos mais bem colocados. “Em 2018 vi a oportunidade de participar, porém a obra deveria ser finalizada no mesmo ano. Já em 2019, ano de concretização, tive um sucesso que vai além da participação, me tornando finalista”, contou. 

A notícia do bom resultado foi uma surpresa, frente a dificuldade do prêmio. “Mantive sempre uma certa esperança, mas também sabia o grau de dificuldade de ser finalista, já que é a maior premiação da engenharia estrutural do Brasil. A ficha custou a cair no início, só aconteceu quando os nomes foram postados no site para votação pela internet”, contou o finalista. 

Para escolher os vencedores, a 17ª edição do Prêmio Talento Engenharia Estrutural levará em consideração a votação pela internet, já finalizada, e contará com uma mesa de jurados, que reunirá nomes que são referência na área. Foram cinco selecionados para cada uma das categorias: Infraestrutura, Edificações, Pequeno Porte, Obras Especiais e Jovens Talentos. 

Segundo o gerente de Vendas e Marketing na Construção Civil da Gerdau, Rodrigo Rose, o prêmio coroa o empenho de profissionais e dá destaque ao futuro da área. “O Prêmio tornou-se uma das principais referências da construção civil brasileira, valorizando o profissional responsável pela segurança e a viabilidade da obra. E, agora, de maneira bastante disruptiva para os padrões do setor, também reconhece o trabalho dos novos talentos que estão revigorando o mercado”, afirma. 

Conheça o projeto concorrente ao prêmio 

O edifício de uso misto, distribuído em três pavimentos e somando uma área total de 2.387,81m², está sendo construído em local anteriormente ocupado por um estacionamento de uma rede hoteleira local. Colares conta que a proposta inicial era de um ambiente totalmente novo, com a demolição da estrutura ocupante. No entanto, durante uma avaliação do local, o levantamento técnico identificou uma boa conservação no prédio de 15 anos e a possibilidade de repensar o sistema estrutural de modo que fosse possível reaproveitar parte da edificação existente.  

“A decisão colaborou também para deixar a obra mais sustentável, reduzindo a quantidade de resíduos gerados pela demolição e evitando o desperdício de novos materiais”, frisa o egresso. 

Ainda segundo o engenheiro, o prédio segue o conceito de uma arquitetura caracterizada pela modernidade e forte da edificação. “As plantas livres, que seriam os ambientes abertos, com grandes vãos e com o mínimo de interferência estrutural, a estrutura aparente, os volumes limpos e a originalidade dos materiais tornam este projeto ainda mais especial. Diferente da grande maioria, onde os acabamentos de gesso, pintura e revestimento tem o papel de esconder ou corrigir imperfeições”, explica. 

O prédio, em fase de execução, está localizado em Torres, no litoral norte do Estado do Rio Grande do Sul. Serão cinco apartamentos do tipo loft e um espaçoso escritório comercial. A obra é executada pela R Dimer Empreendimentos Imobiliários. Clique aqui para conhecer o trabalho completo. 

Colaboração: assessoria de imprensa da Unesc

Leia mais sobre: