InternetData CenterAssinante

Aumenta a quantidade de alunos, mas diminui a de professores em Criciúma, aponta Observatório Social

Relatório produzido pela instituição é referente ao ano de 2018
Aumenta a quantidade de alunos, mas diminui a de professores em Criciúma, aponta Observatório Social
Foto: Reprodução
Por Redação Engeplus Em 29/08/2019 às 14:39

Os números da Educação de Criciúma foram analisados pela Câmara de Educação do Observatório Social do município. O relatório elaborado, referente ao ano de 2018, mostra um aumento significativo nos números de alunos na rede de ensino municipal, em contrapartida, o número de servidores da educação reduziu. Além disso, chama a atenção o número de alunos do Proeja, que aumentou devido a chegada de imigrantes na cidade.

Ao todo foram 19.588 alunos matriculados na rede municipal de ensino em 2018 (Ensino Infantil, Fundamental e Proeja). Número que vem crescendo nos últimos anos. Em 2016 foram 18.036 alunos, em 2017 foram 19.034 e pouco mais de 500 a mais em 2018. Mesmo assim, no mesmo período o número de servidores reduziu, principalmente de professores, que de 1.837 em 2017 passou para 1.466 em 2018.

“Percebemos um aumento no número de estagiários de 595 em 2017 passou a 727 em 2018. Nosso questionamento é se a qualidade da educação que está sendo oferecida pode estar comprometida com esta redução de custo, justamente com os principais responsáveis que são os profissionais da educação que, quanto mais preparados (formação) melhor desempenham suas funções, não apenas de cuidadores, mas de responsáveis pelo desenvolvimento integral das crianças nas dimensões cognitiva, motora/física e sócio afetiva. Alertamos para que não se faça desta uma economia burra em detrimento da qualidade da educação em Criciúma e o comprometimento de toda uma geração”, alerta a coordenadora da câmara de Educação do OS de Criciúma, Mafaldo Rosso Izidóro.

Afastamentos e Proeja também chamam a atenção

Outros números que chamam a atenção são referentes ao número de alunos do Proeja. O Programa tem como objetivo a escolarização e a formação profissional de jovens e adultos. Ele é destinado para quem concluiu apenas o ensino fundamental e deseja adquirir o Certificado do Curso Técnico em nível médio. “Acreditamos que o grande aumento do número de alunos do Proeja nos dois últimos anos seja devido a chegada de imigrantes na cidade”, explica a coordenadora.

Além disso, mais uma vez os afastamentos de servidores chamam a atenção. Mesmo sendo menor que em 2017, o número de afastamentos chega a 455 de um total de 2.794.  

Clique aqui para conferir o relatório completo.

Colaboração: Lucas Jorge / Câmara de Comunicação OS Criciúma