InternetData CenterAssinante

Aulas de robótica incentivam o empreendedorismo e a inovação em Criciúma

O foco do curso é no empreendedorismo e na inovação
Aulas de robótica incentivam o empreendedorismo e a inovação em Criciúma
Foto: Ana De Mattia / Decom
Por Redação Engeplus Em 25/11/2019 às 09:16

Pensando no futuro dos alunos dos 9ºs anos da rede municipal de ensino e no mercado de trabalho, o Governo de Criciúma proporciona aulas de robótica a quase 900 estudantes. Como o foco do curso é no empreendedorismo e na inovação, as aulas são dinâmicas e lúdicas para que os alunos façam conexões com várias áreas do conhecimento.

Desde a primeira aula, o empreendedorismo é uma das principais ferramentas. De acordo com o professor técnico, Marcelo Marcos Amoroso, os alunos que definiram o uso ou não do uniforme, os horários e as regras durante as aulas para entender o que é governar. “Queríamos que os alunos tivessem a oportunidade de dar a continuidade no trabalho. Quando eles saírem daqui tem a oportunidade de evoluírem e na hora de acharem um emprego na área de programação ter uma continuação. O curso proporciona a chance de ter um emprego melhor em uma área técnica”, explica o professor técnico.

Os alunos da Escola Municipal de Educação Infantil e de Ensino Fundamental (EMEIEF) Pascoal Meller estão desenvolvendo três projetos, um braço mecânico e dois jogos que serão deixados para os estudantes usarem na sala de aula. O aluno do 9º ano, Arthur da Silva Batista, é um dos participantes que está desenvolvendo o projeto. Ele conta que o interesse pela programação veio antes do curso, e a capacitação foi um meio de aumentar essa paixão. “Eu acho muito interessante, esse estilo de programação em geral, tudo aqui é divertido. Eu quero continuar também na faculdade na área de programação”, comenta o estudante.

Conforme o coordenador pedagógico, Angelo Machado Bortolon, o trabalho com novas tecnologias tem seus desafios e também proporciona aos estudantes um trabalho interdisciplinar. “Uma educação mais interativa contribuirá com o desenvolvimento de habilidades e competências para o cidadão do futuro, capaz de encontrar soluções criativas para os desafios da vida”, enfatiza.

Os alunos tem aulas de robótica, fundamentos da impressão 3D, empreendedorismo, inovação, resolutividade: resolução de problemas, pensamento crítico e criatividade, liderança e gestão de pessoas: trabalho em equipe, inteligência emocional e relacionamento interpessoal, seminário de socialização e computação básica e conceitos de programação. “Esta parceria é uma conquista muito grande. Nossos alunos tem uma experiência que podem mudar a trajetória deles como profissionais, proporcionando que os estudantes tenham um autoconhecimento e desenvolvam suas habilidades”, ressalta a secretária municipal de Educação, Roseli de Lucca.

Parceria

Intitulado Inovação Robótica, as aulas são uma parceria entre o Serviço Social da Indústria (Sesi)/Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Instituto Federal de Santa Carina (IFSC), Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina (Satc) e o Instituto Maximiliano Gaidzinski. O município foi dividido em quatro polos e cada região é atendida por uma entidade de ensino.

Feira

No próximo mês, os alunos de todos os núcleos irão expor os projetos desenvolvidos durante as aulas de robótica para os pais, estudantes e autoridades.

Leia mais sobre: