InternetData CenterAssinante

Projeto “self service” dá autonomia para alunos da educação infantil

Turma do ensino integral estão fazendo seu próprio prato na hora do almoço
Projeto “self service” dá autonomia para alunos da educação infantil
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 30/09/2018 às 13:20

Com o prato bem cheio, a pequena Betina, de 6 anos, já escolhe e se serve do que mais gosta na hora do almoço. O objetivo é estimular a autonomia e dar mais vontade de comer coisas diferentes. As turmas do Infantil Integral da Satc estão há alguns meses participando do projeto “Self service”. Os alunos, de 2 a 6 anos, escolhem e se servem com o que querem durante as refeições.

“Nós começamos a introduzir a alimentação pelo buffet. Antes eles já recebiam a comida prontinha e agora eles se servem e colocam o que eles escolhem no prato. A gente dá uma maior autonomia, é claro que estamos sempre auxiliando, eu e a professora Geise, mas eles escolhem e gostam de se servir”, explica a professora Emanuele Toldo.

O Mateus, hoje com 4 anos, chegou na Satc com 2 e passou por todos os processos de inclusão de comidas sólidas. “Eu gosto de macarrão e feijão”, conta o pequeno.

Além de se servirem, o estímulo para que comam saladas e frutas também fica mais fácil com o método. “Eles veem o que os outros amiguinhos pegam e isso incentiva, principalmente com as frutas e saladas, mas quando eles têm o poder de escolha eles comem mais”, revela a professora.

É o caso da Betina, que após comer todo o prato do almoço, já estava ansiosa por uma fruta. “Eu não sei se hoje tem melancia, mas eu gosto de melancia, na verdade eu amo melancia”, diz ansiosa. Todo o cardápio servido para os alunos do Infantil Integral é organizado e selecionado pela nutricionista da Satc Laura Casteller Pescador, que monta a proposta para a semana.

Colaboração: Satc