InternetData CenterAssinante

Içara conquista único ouro do Estado na Olimpíada Regional de Matemática de Santa Catarina

Alessandro Mathias Machado, do Quintino Rizzieri, concorreu com mais de 700 crianças
Içara conquista único ouro do Estado na Olimpíada Regional de Matemática de Santa Catarina
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 04/12/2018 às 09:30

Pelo excelente desempenho, o estudante içarense Alessandro Mathias Machado, conquistou a única medalha de ouro da Olimpíada Regional de Matemática de Santa Catarina (ORM) Mirim, que abrangeu mais de 700 estudantes de todo o Estado.  A Olimpíada faz parte de um Projeto de Extensão do Departamento de Matemática, com o apoio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão (PRPE) da UFSC, através de seu Departamento de Apoio à Extensão (DAEx). 

“Ele participou em livre concorrência, com escolas públicas e particulares de Joinville, Blumenau, Florianópolis, Cocal e Içara. A ORM começou há três anos, com uma professora que também dava aula em Cocal do Sul. No primeiro ano já ganhamos menção honrosa, no segundo menção honrosa medalhas de prata, e neste ano trouxemos o ouro”, destacou a diretora, Jucelma Cardoso Cipriano.

Um dos requisitos para participar da Olimpíada, é que os professores façam um curso de 40h na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).  “São atividades inovadoras. Provoca um crescimento pessoal e profissional em nós professores, não é uma matemática tradicional, requer estratégias, é bem desafiador e todos eles se empolgaram e acolheram o projeto”, ressaltou a professora que é pedagoga, Maria da Gloria Fernandes Costa.

O conteúdo de matemática lecionado nas turmas dos quintos anos foi adaptado. As professoras fizeram um caderno preparatório para a competição. “Semanalmente realizamos várias etapas. Fizemos simulados para prepara-los”. A prova, realizada em etapa única, foi aplicada pela equipe da Universidade Federal em setembro. “Nós não somos professoras de matemática, então corremos atrás para nos aprofundarmos. Agradecemos o apoio recebido por meio da nossa diretora Jucelma, que permitiu que nos deslocássemos semanalmente a Florianópolis para nos prepararmos”, acrescentou. A professora Daiane Fogaça, que também leciona no 5º ano, auxiliou nas atividades.

“Estou muito feliz com mais esta medalha. Tivemos mais esforços com essa prova, eu me dediquei muito e com isso atingi meus objetivos, que era realizar a prova com facilidade”, disse o estudante, Alessandro Mathias Machado.

Leia mais sobre: