InternetData CenterAssinante

Conquistas na educação de Criciúma fazem do Dia do Estudante uma data a ser comemorada por todos

Criciumenses conquistaram premiações em Olimpíadas de Matemática disputada na Tailândia
Conquistas na educação de Criciúma fazem do Dia do Estudante uma data a ser comemorada por todos
Foto: Heitor Carvalho
Por Heitor Carvalho Em 10/08/2018 às 19:05

O Dia do Estudante que é comemorado em 11 de agosto, terá um sabor especial para a cidade de Criciúma neste ano de 2018. Isso porque a educação do município rompeu barreiras e conquistou duas medalhas de bronze e uma menção honrosa nas Olimpíadas Internacionais de Matemática da Ásia (AIMO), que foi disputada em Bangkok, na Tailândia, entre os dias 3 e 7 de agosto.

Os detentores das duas medalhas de bronze e da menção honrosa são respectivamente Gabriel Domingos, de 13 anos, Sofia Oliveira, de 13 anos e Lucas Rodrigues, de 10 anos. Três estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Jorge da Cunha Carneiro, localizada no bairro Brasília.

"Competimos com escolas militares, particulares, escolas do mundo todo e foi de igual para igual", contou Sofia, que com orgulho carregava no peito a medalha conquistada. Aproveitando as palavras ditas pela estudante, o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro fez questão de ressaltar a importância do trabalho realizado pelos profissionais da educação. "Esse é o resultado de quando se tem uma boa escola e bons professores à disposição", afirmou.

A professora de matemática dos alunos, Karine Calegari, tem a certeza de que esse é apenas o primeiro capítulo da história dessas crianças. "Eles podem e vão chegar ainda mais longe", apontou.

Emocionada com a conquista dos alunos a diretora da instituição, Daniele Fusinato, lembra do esforço de todos os profissionais e alunos da escola. "Eles representam não apenas Santa Catarina, não apenas Criciúma, mas todos da escola, desde a merendeira até os colegas de classe", conta a diretora com um brilho no olhar.

Se a diretora do colégio estava emocionada pela conquista, imaginem Valdemar da Silva, o pai do pequeno menino Lucas. "Eu não sei nem o que dizer, apenas que eu, a mãe dele, ele e todos os nossos próximos estão muito felizes", enquanto o pai falava o filho brincava com os colegas.

Os reflexos dessa conquista já começaram a aparecer, a prova disso é que o diretor da Rede do Programa de Olimpíadas do Conhecimento (Rede POC) Ozimar Pereira, agendou para setembro uma visita na escola.

Saiba mais:

De Criciúma para o mundo: estudantes ganham bronze em olimpíadas de matemática na Tailândia

Anúncio