navegue nos blocos da capa

Educação

Campus Araranguá

Curso de Medicina da UFSC oferecerá bônus para quem estudou na região

Objetivo é incentivar futuros médicos a atuarem na região Sul do estado

12
AGO
2017
| 22h23
22h23
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Divulgação

A Associação Empresarial de Araranguá e Extremo Sul Catarinense (Aciva) recebeu, nesta semana, uma comissão do curso de Medicina da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), campus Araranguá. Na reunião, os profissionais da UFSC revelaram um importante incentivo aos alunos da região Sul que irão ingressar na primeira turma do curso, a partir de 2018.

Por meio da Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidade (SAAD) foi publicada a portaria 011/2017, a qual define a aplicação de um bônus de incentivo regional no vestibular do curso de Medicina, o qual abrirá 60 vagas em dezembro deste ano. A pró-reitora do SAAD, Francis Tourinho, explicou o objetivo da ação.

“O projeto acadêmico do curso incentiva a inserção dos estudantes na rede de serviços de saúde desde o início e a interiorização da mão de obra, visto que, hoje, grande parte dos formados em Medicina quer trabalhar em capitais e/ou grandes centros”, disse. “A ideia com esse bônus é contemplar a população do Sul do estado e, principalmente, que esses profissionais, depois de formados, atuem na região, trabalhando em hospitais, clínicas, postos de saúde”, completou.

O vice-presidente da Aciva, Beto Sasso, elogiou a iniciativa do SAAD. “Desde que começou a movimentação para a implantação do curso de Medicina em Araranguá, sempre houve uma preocupação com a formação dos profissionais. E a bonificação para os alunos da região Sul é um grande incentivo da UFSC, para motivar os futuros médicos a atuarem em nossa região”, comentou.

Como funciona a bonificação

A portaria 011/2017 define o acesso de candidatos que terão o argumento de inclusão regional. De acordo com o professor do curso de Medicina, Paulo Marcondes, o bônus poderá ser requisitado no momento da inscrição para o vestibular. “O aluno não precisa ter nascido na região Sul. Basta ter se formado no Ensino Médio em uma escola pública ou privada localizada em uma das cidades que estão sendo contempladas pela ação”, pontuou.

O aluno que solicitar a bonificação de incentivo regional terá um acréscimo de 20% na nota final, seja pelo vestibular da UFSC ou pelo Sisu (ENEM). “Se o aluno tirou 100 no vestibular, por exemplo, a nota dele será de 120, com a bonificação do incentivo regional”, explicou. No entanto, Marcondes ressalta que o aluno terá que comprovar as informações posteriormente para confirmar o bônus.

Cidades qualificadas

A portaria define as seguintes cidades para ter direito ao bônus de incentivo regional: Araranguá, Armazém, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Balneário Rincão, Braço do Norte, Capivari de Baixo, Cocal do Sul, Criciúma, Ermo, Forquilhinha, Grão Pará, Gravatal, Içara, Imaruí,  Imbituba, Jacinto Machado, Jaguaruna, Laguna, Lauro Müller, Maracajá, Meleiro, Morro da Fumaça, Morro Grande, Nova Veneza, Orleans, Passo de Torres, Pedras Grandes, Pescaria Brava, Praia Grande, Rio Fortuna, Sangão, Santa Rosa de Lima, Santa Rosa do Sul, São João do Sul, São Ludgero, São Martinho, Siderópolis, Sombrio, Timbé do Sul, Treviso, Treze de Maio, Tubarão, Turvo e Urussanga.

Colaboração: Multi Comunicação

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Na lista do Tigre, quatro técnicos e 60 jogadoresBolsonaro, Bauer, Amin e Colombo na frente em SCNa Satc, Robótica desde cedo a partir de 2018Saiba como a Receita Federal decide quais mercadorias passarão por conferência no portoStudio Voga promove a magia com Espetáculo Velha InfânciaA excelência dos vinhos da serra catarinense e da gastronomia à mesa