InternetData CenterAssinante

Prodec habilita projetos que devem gerar investimentos e empregos em Santa Catarina

Expectativa é de fomentar cerca de 135 empregos diretos e indiretos
Prodec habilita projetos que devem gerar investimentos e empregos em Santa Catarina
Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom
Por Redação Engeplus Em 10/10/2021 às 20:01

Com a estimativa de R$ 96,7 milhões em investimentos privados para Santa Catarina, quatro projetos de ampliação e expansão foram habilitados durante a reunião, na última semana, do Comitê Técnico do Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (Prodec), coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE). A expectativa é de fomentar cerca de 135 empregos diretos e indiretos.

“O Prodec, assim como outros programas de incentivo do Governo do Estado, são fundamentais na promoção do desenvolvimento, pois são o impulso necessário que muitas vezes o empreendedor precisa para tirar o projeto do papel, ou mesmo trazer a empresa para Santa Catarina, investir no estado e gerar emprego e crescimento nas regiões”, avaliou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.

Novos projetos

A quinta Reunião do Prodec de 2021 aprovou a expansão de projetos em quatro regiões diferentes do estado. Em São José, na Grande Florianópolis, com investimentos privados previstos de R$ 85 milhões e a estimativa de gerar 45 empregos diretos, haverá a expansão de um parque fabril que permitirá o incremento tecnológico e aumento da competitividade por meio de aquisição de novas máquinas e equipamentos que serão fundamentais no avanço dos processos de inovação e pesquisa.

Em Joinville, Norte do estado, o projeto de expansão será de parque fabril, com a aquisição de equipamentos e moldes, visando à renovação da fábrica. Os investimentos totais previstos são de R$ 850 mil com 26 empregos diretos e 12 empregos indiretos. Já em Siderópolis, no Sul do estado, está prevista a expansão da indústria mecânica, mediante reformas de melhoria, aquisição de máquinas e equipamentos. O projeto prevê 50 empregos diretos e 10 indiretos, com investimento de 9,6 milhões.

Por fim, em Campo Alegre, Norte do estado, haverá a expansão da linha de produção de beneficiamento do leite e derivados de empresa de laticínios, garantindo capacidade de abastecimento, com elevado padrão de qualidade, para os atuais e para os novos mercados consumidores. Os investimentos totais previstos são de 1,2 milhão e vão gerar 14 empregos diretos e 52 empregos indiretos.

Prodec

O programa tem como finalidade conceder incentivo à implantação ou expansão de empreendimentos industriais, que visam a produzir e gerar emprego e renda em Santa Catarina. Com as prerrogativas de que o projeto incentive o desenvolvimento das cidades, principalmente as com baixo IDH, gerem emprego por meio da inovação e da sustentabilidade.

“O Prodec possibilita a postergação de impostos, equivalente a um percentual pré-determinado sobre o valor do ICMS a ser gerado pelo novo projeto. Ou seja, o empreendedor consegue investir no estado e tem tempo para começar a lucrar, até começar a pagar. Com isso, o estado também ganha, com a geração de empregos e incremento na economia”, explicou o diretor de Empreendedorismo e Competitividade da SDE, Carlos Alberto Arns Filho.

Leia mais sobre: