InternetData CenterAssinante

Nova tarifa de água: Casan visa consumo consciente e busca estimular economia

A nova medida entra em vigor a partir de 1º de março
Nova tarifa de água: Casan visa consumo consciente e busca estimular economia
Foto: Arquivo Engeplus
Por Rafaela Custódio Em 28/01/2020 às 10:10

A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) anunciou uma nova estrutura tarifária dos serviços de abastecimento de água e esgoto. A principal mudança na nova tabela é o fim do consumo mínimo de 10 metros cúbicos, cujo valor atualmente é de R$ 45,19. Em seu lugar entra uma tarifa pela disponibilidade do serviço, no valor de R$ 29,49, ou seja, o novo valor será pelos serviços prestados pela instituição e será cobrado também pelos metro cúbicos utilizados. 

De acordo com o superintendente Regional Sul da Casan, Gilberto Benedet, 56% da população de Criciúma será beneficiada com a mudança. “A partir de hoje o consumidor pagará por o que usar e não pelo mínimo. Foi um estudo da agência nacional com base em diversos municípios de Santa Catarina e por meio de audiências públicas e chegaram a esses valores finais”, explica. 

Benedet relata que não será necessário trocar hidrômetro e tudo continuará normal até mesmo a leitura dos funcionários da Casan, o que será feito diferente é o cálculo de quanto foi consumido. O objetivo dessa mudança é estimular um uso mais consciente de água, premissa presente em toda a nova estrutura. 

O consumo médio dos moradores de Santa Catarina é de 154 litros/dia, um número que pode ser reduzido com a adoção de pequenas práticas, como fechar a torneira enquanto ensaboa a louça ou, principalmente, se reduzir o tempo ao banho, pois o chuveiro é um grande consumidor de água tratada.

Leia mais sobre: