InternetData CenterAssinante

Em duas semanas, quatro restaurantes fecharam as portas em Criciúma

Situação foi relatada por representante da Via Gastronômica na Câmara de Vereadores
Em duas semanas, quatro restaurantes fecharam as portas em Criciúma
Foto: Reprodução/ TV Câmara
Por Jessica Rosso Em 19/05/2020 às 18:09

A Câmara de Vereadores de Criciúma abriu a Sessão desta terça-feira, dia 19, tratando sobre o setor gastronômico. O convidado Joster Favero, que representou a Via Gastronômica* em razão do presidente não comparecer por questões de saúde, falou sobre a situação dos restaurantes por conta da pandemia da Covid-19. Ele levantou questionamentos pertinentes a serem avaliados e discutidos pelos parlamentares sobre o cenário atual do segmento. 

"Desde o dia 17 de março, quando fomos convocados para a reunião e fomos informados do fechamento a gente vive momentos de angústia, de agonia, buscando alternativas para passar por essa situação", comentou. Segundo Favero, quatro restaurantes em Criciúma fecharam as portas nas últimas duas semanas, sendo que dois deles, eram da Via Gastronômica. "Fecharam completamente e geraram mais uma massa de desempregados", afirmou.

Ele explicou ainda que durante esse processo, foram feitas campanhas solidárias entre as casas (restaurantes) nas redes sociais, na busca de clientes, e divulgou ainda uma ação que está em andamento, em que na compra de vouchers o cliente ganha descontos para consumir nas casas da Via Gastronômica. Mas, Favero pontuou que o que é preciso e que ainda não foi alcançado, são as linhas de crédito. 

"Eu estava lendo no início da manhã que ontem foi sancionado mais uma linha de crédito de 19 milhões para micro e pequenas empresas, há 30 dias a gente já ouve que tem linhas de crédito de vários segmentos chegando, mas nenhuma delas chega à ponta, e isso eu falo com toda a tranquilidade, porque inclusive hoje, eu tava em contato com os bancos que eu trabalho para ter mais informações como fizemos naquele primeiro momento da reunião na Acic, e novamente o cenário é o mesmo, os bancos comerciais aumentaram as taxas de juro, retiraram do mercado o dinheiro de circulação, não estão liberando crédito, os bancos públicos, a burocracia continua da mesma maneira, inclusive um pouco maior", ressaltou.

O representante da Via Gastronômica finalizou falando aos parlamentares sobre o conglomerados de empreendimentos gastronômicos que existem em Criciúma e a necessidade de criar uma rota gastronômica, em parceria com o setor de turismo para que haja uma estratégia sólida de retomada da economia no pós pandemia.

*A Via Gastronômica é uma organização que conta com 17 CNPJs do ramo de gastronomia ativos dentro da mesma. Tem o apoio da Associação Empresarial de Criciúma (ACIC) e atua visando através de cursos, palestras e eventos a estruturação da gastronomia em Criciúma.