InternetData CenterAssinante

Três marcas aliadas como um só objetivo: ser a melhor empresa do Brasil

A Cecrisa, que também é dona da marca Portinari, foi comprada pela Duratex recentemente
Três marcas aliadas como um só objetivo: ser a melhor empresa do Brasil
Foto: Heitor Carvalho
Por Rafaela Custódio Em 07/08/2019 às 15:42

A Duratex comprou a Cecrisa, que também é dona da marca Portinari há pouco mais de três meses e já tem o objetivo de construir com as marcas a melhor empresa do Brasil. As três fábricas somam juntas mais de 12 mil funcionários. 

As três marcas produzem pisos laminados, painéis de madeira industrializada, louças, metais sanitários, revestimentos cerâmicos e porcelanatos e revestimentos. Com capacidade de produção de 20 milhões m²/mês, a Cecrisa possui três unidades fabris no Brasil, sendo duas em Criciúma e uma em Minas Gerais. A Duratex é uma empresa brasileira, privada e de capital aberto, controlada pela Itaúsa – Investimentos Itaú S.A – e pela Companhia Ligna de Investimentos. Com as marcas Deca, Hydra, Duratex, Durafloor e Ceusa, é considerada uma das 10 maiores empresas do mundo nos setores nos quais atua. Com sede em São Paulo, possui 23 unidades industriais e florestais estrategicamente localizadas em Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo. Além disso, a empresa possui três fábricas de painéis na Colômbia.

O diretor de unidades cerâmicas da Duratex, Gilmar Menegon explica que com as novas marcas a empresa permitirá a ampliação do portfólio da companhia, que reúne atualmente as marcas Durafloor (pisos laminados e LVT), Deca (louças e metais sanitários), Hydra (produtos para aquecimento de água e válvulas), Duratex (painéis de madeira e revestimentos de paredes e forros) e Ceusa (revestimentos cerâmicos). Com a transação, a companhia espera captar gradualmente sinergias operacionais e administrativas acima de R$ 250 milhões. 

Leia mais: 

Duratex compra Cecrisa em negócio de quase R$ 1 bilhão

Duratex conclui aquisição de 100% das ações da Cecrisa

“São marcas consolidadas no mercado e de capitais abertos. É um projeto único no Brasil”.
Diretor de unidades cerâmicas da Duratex, Gilmar Menegon
---------------------------------------------------------------------

Futuro das marcas 

O presidente da Duratex, Antônio Joaquim de Oliveira afirmou recentemente que as tratativas com a Cecrisa começaram há oito anos e o negócio se concretizou mediante a evolução das companhias. “Esta operação produzirá significativos impactos para o setor de revestimentos cerâmicos brasileiro, com benefícios extensivos aos clientes, fornecedores, profissionais da empresa e comunidades nas quais está inserida. As políticas e práticas comerciais de maximização de valor e o constante investimento em inovação e desenvolvimento de produtos e serviços serão potencializados, visando estreitar ainda mais os fortes laços existentes entre a Cecrisa, seus clientes e fornecedores”, disse em comunicado. 

Com três marcas distintas, a Duratex está buscando ser a melhor empresa do Brasil. Mas, Menegon relata que as empresas continuarão com seus nomes e nada mudará, além da tecnologia aliada a melhorias dentro do processo realizado já pelas marcas. 

De acordo com Menegon, em setembro deste ano, Urussanga receberá uma nova unidade de fabricação da Duratex para a produção de Ceusa e Portinari. Serão três turnos com 14 funcionários por turno, sendo que a empresa será toda robotizada. Com capacidade para produção de 11 mil m² por mês para Ceusa e 32 mil m² para a Portinari. “Nossa missão é gerar riqueza e ser uma empresa rentável. Esta nova fábrica será destinada a produtos diferentes”, comenta. 

A Duratex anunciou ainda em 2018, o investimento de R$ 94 milhões em sua unidade de revestimentos cerâmicos da marca Ceusa.  O valor será destinado à instalação de uma nova linha com tecnologia de ponta, além da modernização dos processos já existentes, elevando a capacidade total de produção da unidade para 11 milhões de m² ao ano – um aumento de 83%.

Além de incrementar a produtividade industrial, os novos processos e equipamentos permitirão a fabricação de produtos com maior valor agregado. “O investimento faz parte do Plano Estratégico 2025 da Duratex e está totalmente alinhado ao propósito da companhia de Oferecer Soluções para Melhor Viver ao mercado”, afirma Antonio Joaquim de Oliveira, presidente da Duratex.

Conheça as marcas e missões de cada uma: 

Portinari: a marca de revestimentos cerâmicos tem como missão ser a empresa de maior crescimento e rentabilidade no seu segmento até 2020, garantindo a sustentabilidade do negócio e o reconhecimento por agregar valor para os clientes. 

Duratex: a companhia atua com o propósito de oferecer soluções em acabamento e decoração para que as pessoas vivam melhor em seus ambientes. 

Ceusa: produz e comercializa revestimentos cerâmicos e porcelanatos. Iniciou os trabalhos na área em 1971 e desde então busca crescer todos os dias.