InternetData CenterAssinante

Materiais de construção: segmento retoma crescimento no sul de SC

O segundo semestre sempre promete ser mais positivo nas vendas
Materiais de construção: segmento retoma crescimento no sul de SC
Por Redação Engeplus Em 13/09/2018 às 14:54

O sul de Santa Catarina apresenta um varejo forte no segmento da construção civil. O de materiais de construção traz uma representatividade pujante com mais de 100 associados apenas na Associação dos Comerciantes do Sul de Santa Catarina (Acomac-Sul). E os números demonstram a recuperação do setor. Segundo dados da Anamaco, entidade nacional, as vendas cresceram 5% no mês de agosto, no comparativo com o mês de julho.

No acumulado de 2018, a área apresenta alta de 5,5% e nos últimos doze meses de 7,5% nos resultados. Para o presidente da Federação das Associações dos Comerciantes de Materiais de Construção de Santa Catarina (Fecomac), Antenor Novakoski, as expectativas são positivas. “Esperamos uma retomada gradual e muito importante para a nosso varejo que influencia diretamente toda a cadeia da construção”, explica.

A mesma opinião é partilhada pelo presidente da Associação dos Comerciantes de Material de Construção do Sul de Santa Catarina (Acomac-Sul). Segundo o também diretor da Timaco, João Borsato, a expectativa é de incremento maior em vendas para o próximo ano. “Observamos um crescimento devagar no varejo de material de construção. Existe demanda, mas a confiança é pequena do lojista em conceder crédito e do próprio consumidor em ter condições de adquirir. Nossa expectativa é de que o quadro se modifique após as eleições”, resume.

O segundo semestre sempre promete ser mais positivo nas vendas de material de construção. É a projeção do vice-presidente da Acomac-Sul, Luiz Baschirotto Neto. “A liberação do 13º salário aos trabalhadores é mais um estímulo para incentivar as vendas. Mesmo com dificuldades na economia e política, estamos mais esperançosos”, afirma Baschirotto.

Como se diferenciar?

Inovação, investimento no capital humano e em novos produtos. Esses são os fatores-chave para se diferenciar no varejo do mercado de materiais de construção. Para Novakoski, o trabalho da Fecomac em parceria com a Acomac-Sul tem contribuído em melhorias. “Trazemos cursos importantes em vendas, palestras e visitas técnicas que elevam a prática do trabalho diário em nossas lojas”, analisa.

De acordo com Borsato, da Acomac-Sul, as novas possibilidades de crédito para o consumidor são grandes diferenciais para a retomada de crescimento no varejo de material de construção. “O lojista deve apostar em novas linhas de crédito para auxiliar o cliente na compra a prazo. Inovações em produtos e horário diferenciado são outros elementos essenciais para modificar o panorama da economia”, sugere.