navegue nos blocos da capa

Economia

Santa Catarina

Suinocultura: acordo do Governo permite liberação de crédito do Plano Safra

Produtores devem apresentar o protocolo de pedido de licenciamento ambiental na Fatma

13
AGO
2017
| 14h51
14h51
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Arquivo Engeplus

A Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca (SAR), a Fundação do Meio Ambiente (Fatma) e o Banco do Brasil assinaram um termo de cooperação para fomentar a liberação de financiamento para suinocultores pelo plano Safra 2017/2018 e 2018/2019. O acordo entre as três instituições permite que os produtores liberem o crédito do programa com a apresentação do protocolo de pedido de licenciamento ambiental na Fatma.

O termo é similar ao assinado em 2016, mas o atual foi estendido até dezembro de 2018. “A Fatma emitiu mais de quatro mil licenças para o setor no ano passado. A atividade requer uma rigorosa análise ambiental e, por mais que se atue com empenho, nem sempre conseguimos emitir os pareceres sobre as licenças com a agilidade que o produtor precisa. Com esse acordo, o produtor garante o financiamento e dá tempo para que o suinocultor faça as adequações necessárias no processo de licenciamento e atue dentro da legislação ambiental”, explica o presidente da Fatma, Alexandre Waltrick Rates.

Para o secretário da Agricultura do Estado, Moacir Sopelsa, essa é uma ação importante e que demonstra o esforço do Governo do Estado em apoiar um setor que produziu 969 mil toneladas de proteína animal em 2016. “É um incentivo ao agronegócio, sem deixar de lado a preservação do meio ambiente. Esse acordo permite que os suinocultores invistam em suas propriedades com mais tranquilidade. É uma ação que pode ser replicada em outros setores e que pode facilitar a vida dos produtores rurais”, afirma o secretário.

Plano Safra

No final de maio, o Governo Federal anunciou liberação de R$ 30 bilhões em créditos para produtores rurais familiares. O Plano Safra da Agricultura Familiar 2017/2018 contempla a regularização fundiária de imóveis rurais, comercialização, assistência técnica e extensão rural. O programa é voltado para os agricultores que possuem Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Apoio a Agricultura Familiar (Pronaf). Em Santa Catarina, 87% dos estabelecimentos agropecuários economicamente ativos são classificados como de agricultura familiar.

Colaboração: Claudia De Conto/Comunicação Fatma

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Mais torcida do Inter, mais dinheiro para o TigreNa última vez, Beto Campos foi campeão contra o InterBoas notícias para o futuro do RincãoSebrae abre as portas para novos negócios na feiraTurismo de eventos e negócios em pautaSicredi inaugura nova agência com horário de atendimento ampliado