navegue nos blocos da capa

Economia

Siderópolis

Funcionários da empresa Índigo Jeans reivindicam pagamento de salários

Desde semana passada, colaboradores batem o ponto, mas não produzem

20
MAR
2017
| 11h09
11h09
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições

Funcionários da Índigo Jeans, empresa do vestuário, estão com as atividades paralisadas nas cidades de Criciúma e Siderópolis desde a última quinta-feira, dia 16, por causa do atraso salarial e do recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

A empresa está em fase de recuperação judicial e, segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Vestuário de Criciúma, Izio Inácio, o Hulk, não poderia estar com tais atrasos.

Os representantes sindicais tentam marcar uma reunião nesta tarde com o responsável pela recuperação judicial da empresa determinado por um juiz e o advogado do sindicato. Caso a situação permaneça, será solicitado ao juiz que seja decretada a falência da empresa.

Assim, os bens dos proprietários deverão ir a leilão e o valor ser destinado ao pagamento dos trabalhadores. De acordo com o presidente do sindicato, problemas com os pagamentos dos profissionais da empresa se arrastam há três anos. Ao todo, são aproximadamente 90 profissionais nas unidades de Siderópolis e Criciúma.

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Colcha feita a 'Mil mãos' é arrematada em R$ 9 milSócios-torcedores de Santa Catarina têm promoção especial de cervejaCoach Fabiana Izidoro desenvolve analise comportamental junto ao NTINota de falecimento: Maria de Arlete Machado, de 78 anosPrefeito e promotor divergem sobre venda de terrenosSabrina Parlatore fala sobre câncer de mama em evento gratuito