navegue nos blocos da capa

Economia

Siderópolis

Funcionários da empresa Índigo Jeans reivindicam pagamento de salários

Desde semana passada, colaboradores batem o ponto, mas não produzem

20
MAR
2017
| 11h09
11h09
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições

Funcionários da Índigo Jeans, empresa do vestuário, estão com as atividades paralisadas nas cidades de Criciúma e Siderópolis desde a última quinta-feira, dia 16, por causa do atraso salarial e do recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

A empresa está em fase de recuperação judicial e, segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Vestuário de Criciúma, Izio Inácio, o Hulk, não poderia estar com tais atrasos.

Os representantes sindicais tentam marcar uma reunião nesta tarde com o responsável pela recuperação judicial da empresa determinado por um juiz e o advogado do sindicato. Caso a situação permaneça, será solicitado ao juiz que seja decretada a falência da empresa.

Assim, os bens dos proprietários deverão ir a leilão e o valor ser destinado ao pagamento dos trabalhadores. De acordo com o presidente do sindicato, problemas com os pagamentos dos profissionais da empresa se arrastam há três anos. Ao todo, são aproximadamente 90 profissionais nas unidades de Siderópolis e Criciúma.

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Alunos realizam visitas guiadas aos laboratórios do Colégio UniversitárioQuatro empresas na licitação da SC-445De Criciúma, a mobilização pelo PRONA em SCPrefeito aponta desespero da cidade sem a JBSJovem fica gravemente ferida após capotamentoMais de 50 mil km sobre duas rodas