InternetData CenterAssinante

Centro Cultural Jorge Zanatta abre inscrições para duas novas oficinas

Desenho ao ar livre e fazendo arte são as novas oficinas do local
Centro Cultural Jorge Zanatta abre inscrições para duas novas oficinas
Foto: Gustavo Milioli / Prefeitura Criciúma
Por Redação Engeplus Em 26/08/2019 às 13:22

A Fundação Cultural de Criciúma (FCC), em parceria com a Associação Sul Catarinense de Artes Visuais (Ascav), está promovendo duas novas oficinas: desenho ao ar livre, com o artista Breno Stern, e fazendo arte, com o artista Eloi Ramirez. Para os interessados, as inscrições podem ser feitas no Centro Cultural Jorge Zanatta, localizado na rua Coronel Pedro Benedet, ou pelo telefone (48) 3437 - 6353.

As aulas de desenho ao ar livre ocorrem nas quartas-feiras, das 14h às 17 horas, e fazendo arte é todas as segundas-feiras, das 9h às 12 horas, e nas quintas-feiras, das 14h às 17 horas. O artista Breno Stern desenha desde os 4 anos e sempre retratou locais que chamavam a sua atenção pelas especificidades. “A oficina ao ar livre tem uma proposta de conduzir as pessoas para fora de casa, para fora de lugares fechados e também fora da telinha do celular ou do tablet. Ter um reencontro com aquilo que a gente costuma chamar de natureza, com as árvores e, principalmente, com o pátio, com a paisagem existente nas dependências da Fundação Cultural”, comenta o artista.

Para Eloi Ramirez, o objetivo da oficina fazendo arte é explorar a imaginação, a criatividade, promover a apreciação e a participação dos alunos nas mais variadas técnicas de artes. “Mostrar a importância do desenho, mostrando também a técnica de pintura em tela, com técnicas mistas e também a escultura em papel, que todas elas dependem da base que é o desenho”, conta.

“Agradeço mais uma vez à Ascav por essa parceria importantíssima. As duas novas oficinas são de artistas que já contribuíram com a FCC em outros projetos. Agora eles têm a oportunidade de ensinar o que eles já sabem por natureza que é orientar e instruir através da arte”, afirma o presidente da FCC, Júlio Lopes.

Colaboração: Tatá Borges / Prefeitura Criciúma