InternetData CenterAssinante

Espetáculo Não Vai Cair no Enem chega em Criciúma

Peça de Eduardo Bueno será apresentada no dia 17 de novembro
Espetáculo Não Vai Cair no Enem chega em Criciúma
Foto: Denise Dambros
Por Milena Nandi Em 29/10/2019 às 13:04

Atualização de informações 

A administração do Teatro Municipal Elias Angeloni, em Criciúma, comunicou na tarde desta quarta-feira (30) o cancelamento do espetáculo 'Não vai cair no Enem'. A peça do jornalista e escritor Eduardo Bueno foi cancelado por conta de problemas burocráticos com a empresa que faz a venda de ingressos e a produção do espetáculo. O evento foi transferido para 2020, com data ainda em aberto.

///////////////////////////////////////////////////////////

A coluna de hoje inicia com uma sugestão para os apaixonados por História e bom humor. No dia 17 de novembro, o jornalista e escritor gaúcho Eduardo Bueno, apresentará "Não Vai Cair no Enem – Uma Peça". Peninha estará no Teatro Elias Angeloni, às 19 horas, trazendo temas da História do Brasil, misturando irreverência, informação e muita diversão.

O espetáculo contará com seis temas, abrangendo períodos do descobrimento do Brasil até a República, assuntos recorrentes no canal de Peninha no YouTube, "Buenas Ideias", com mais de 500 mil inscritos.

Os ingressos podem ser adquiridos no site Blueticket.

 

Conheça o trabalho dos artistas locais

Tem muito trabalho belíssimo no campo das artes sendo feito pela região e muitas vezes nós que moramos por aqui não conhecemos. Uma dica para se aproximar do que é produzido localmente, é visitar o Centro Cultural Jorge Zanatta e as galerias da Fundação Cultural de Criciúma.

Atualmente, há cinco exposições abertas ao público, como a “Crochê em Torinhas: Torinhas de Madeira”, de João Venceslau, que pode ser conferida no Galpão Cultural do Jorge Zanatta, das 8 às 17 horas.

A mostra traz o trabalho do urussanguense radicado em Criciúma, que utiliza como matéria-prima, portas, janelas e molduras em madeira, além de vidros, encontrados em terrenos baldios da região. O objetivo do artista é chamar a atenção para a sustentabilidade e para a mudança de pensamento quanto ao descarte de produtos que poderiam ser reaproveitados.

Venceslau já trabalhou com topografia, marcenaria e desenho e encontrou na restauração da madeira uma nova possibilidade de arte.