InternetData CenterAssinante

Democratas voltam ao poder nos EUA

Após 4 anos fora da Casa Branca, Biden assume agora como presidente
Democratas voltam ao poder nos EUA
Foto: Euronews
Por André Abreu Em 20/01/2021 às 11:44

Hoje é o dia D para os democratas nos EUA. Depois de quatro anos fora do poder, os democratas voltam com força à Casa Branca com uma agenda forte de combate à pandemia, mais estímulos para a economia do país e leis a favor dos imigrantes indocumentados. A agenda ainda inclui o fortalecimento da embaixada dos EUA em Cuba e uma defesa fundamental dos direitos humanos nas questões da China e da Venezuela.

A luta contra a pandemia e a expansão do programa de vacinação com mais verbas públicas aumentarão o déficit na economia, mas é uma posição defendida inclusive pela nova Secretária do Tesouro Janet Yellen, que já ocupou a função de presidente do Banco Central dos EUA. 

O Fed (Banco Central) deve continuar a linha de compras de títulos do governo dos Estados Unidos colocando maior volume de dólares em circulação no mercado. Diante do cenário da pandemia, o caminho dos democratas será aumentar a circulação de dinheiro público, gastar mais fundos do governo na busca de um equilíbrio da economia  com a saúde pública.

A linha de diplomacia tradicional deverá superar o estilo de medidas anunciadas via Twitter e redes sociais. O governo usará formas mais tradicionais de se relacionar com a imprensa e evitará uma política internacional exposta com decisões de momento. A valorização do papel das embaixadas e do Departamento de Estado como instrumentos fundamentais para as decisões internacionais está dentro do novo plano internacional dos democratas. 

No cenário interno os grupos políticos rivais, democratas e republicanos se aproximam; Num gesto de aproximação o Senador McConnell, republicano, foi à cerimônia religiosa em que estava presente o democrata Biden.