InternetData CenterAssinante

Câmara aprova segundo processo de impeachment de Trump

Presidente está sendo visto como risco à segurança nacional após ataques ao Capitólio
Câmara aprova segundo processo de impeachment de Trump
Foto: NPR
Por André Abreu Em 13/01/2021 às 14:44 - Atualizado há 1 mês

Atualização: O impeachment foi aprovado pela Câmara de maioria democrata com os 217 votos necessários (a votação continua). O julgamento ocorre no Senado, que, por enquanto, está em recesso até o dia 19 de janeiro.  

A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, abriu a sessão de debate sobre o segundo impeachment do presidente Trump. 

Antes do final do mandato, os democratas estão pressionando os republicanos para que se sujem num processo de impeachment que visa culpar o presidente pelo clima atual de tensão no Congresso dos EUA.

Os democratas entendem que Trump representa uma ameaça para a democracia norte-americana. Os deputados federais junto com os senadores estão se posicionando contra a linguagem do presidente Trump e buscam acusá-lo de incitar à insurreição contra a nação.

Aprovado na Câmara (maioria democrata, maioria simples necessária), o processo vai para o Senado (2/3 dos votos = 67 senadores são necessários para condenar o presidente), que não deve iniciar o julgamento de impeachment até 19 de janeiro. Para aprovação no Senado os democratas precisariam conquistar pelo menos 17 votos. 

Para os aliados de Trump, o segundo impeachment é tão político como o segundo. Eles chamam o processo atual de Impeachment Round 2

O pedido de impeachment contém o seguinte texto:

 "O Presidente Trump gravemente colocou em perigo a segurança dos Estados Unidos e suas instituições do Governo. Ele ameaçou a integridade do sistema democrático, interferiu com a transição pacífica de poder e colocou em perigo um dos poderes do governo. Por isso, ele traiu sua confiança como Presidente no dano manifesto ao povo dos Estados Unidos."