InternetData CenterAssinante

4 milhões de residências sem energia elétrica nos EUA

Tempestades de neve afetaram grande parte do país
4 milhões de residências sem energia elétrica nos EUA
Foto: NBC News
Por André Abreu Em 17/02/2021 às 11:50

A forte nevasca e as temperaturas extremamente frias em todo os EUA mantiveram alertas de tempestade de inverno do estado de Washington até a região dos Grandes Lagos no norte da Nova Inglaterra (nordeste dos EUA) e uma grande parte do Sul que inclui Texas, Oklahoma, Luisiana e Arkansas.

Também deixou mais de quatro milhões de clientes sem energia nos Estados Unidos, incluindo 3 milhões só no Texas.

O tempo frio recorde reivindicou 23 vidas até agora, incluindo três pessoas encontradas mortas depois que um tornado atingiu uma cidade litorânea na Carolina do Norte. Outros morreram em acidentes de carro causados por condições perigosas na estrada e por envenenamento por monóxido de carbono de carros ligados para manter ambientes aquecidos.

"A maior tempestade de inverno responsável por produzir acúmulos significativos de neve e gelo em partes do centro e leste dos EUA nos últimos dias está traçando uma linha para o leste do Canadá, mas não antes de causar neve pesada e chuva congelada em partes do leste dos Grandes Lagos e da Nova Inglaterra", disse um comunicado do Centro de Previsão do Tempo da NOAA (agência atmosférica e oceânica dos EUA) na terça-feira (16).

"A alta pressão do Ártico sobre o continente garantirá mais um dia de temperaturas frígidas entre as Montanhas Rochosas e as Apalaches. Temperaturas máximas e mínimas recordes são esperadas hoje, com a maior parte delas ocorrendo no centro-sul dos EUA, onde as temperaturas diárias variam entre 35 e 45 graus abaixo do normal", acrescentou.

O presidente Biden aprovou uma declaração de estado de emergência para o Texas após um pedido do governador Greg Abbott no domingo (14), quando o estado começou a suportar algumas das temperaturas mais baixas em 30 anos.

As contínuas quedas de energia que começaram na segunda-feira (15) deixaram mais de 3 milhões de clientes no escuro e no frio, com temperaturas previstas para despencar para até 20 graus C abaixo de zero.

 

Leia mais sobre: