InternetData CenterAssinante

Escolas Públicas de Boston cancelam aulas presenciais

Prédios estão fechados e escolas adotam modelo remoto de ensino
Escolas Públicas de Boston cancelam aulas presenciais
Foto: Ronaldo Inácio
Por André Abreu Em 22/10/2020 às 08:30

As Escolas Públicas de Boston anunciaram que estarão remotas a partir desta quinta-feira (22) devido a um recente aumento nos casos de coronavírus na cidade.

Os alunos permanecerão no ensino remoto até que haja duas semanas inteiras de queda nas taxas de infecção.

A taxa média de teste positivo para COVID-19 em sete dias da cidade aumentou para 5,7%, um aumento em relação à taxa da semana passada de 4,5%.

“Dissemos o tempo todo que só forneceríamos aprendizagem presencial para os alunos se os dados e as orientações de saúde pública o suportassem, e esses novos dados mostram que estamos tendendo na direção errada”, disse o prefeito Marty Walsh em um comunicado. “Continuaremos monitorando as métricas e trabalhando em direção ao nosso objetivo de receber os alunos de volta em nossas salas de aula, aprendendo entre seus colegas, com o apoio e educação de nossa equipe dedicada.

"Os números dos casos deixaram isso muito claro para nós. Estamos trabalhando para evitar um ressurgimento para que possamos continuar avançando aqui", acrescentou Walsh em entrevista ao canal NBC10 Boston.

Até o momento, apenas os alunos com necessidades mais altas participavam do aprendizado em sala de aula nas Escolas Públicas de Boston. A maioria dos alunos já estava aprendendo remotamente.

O ano letivo nos Estados Unidos começa em setembro. Na maioria dos distritos escolares do país há um esforço para a retomada presencial das aulas. Conforme o número de casos de coronavírus cada distrito se adapta a um modelo presencial, híbrido ou totalmente remoto.  

 

Leia mais sobre: