InternetData CenterAssinante

Empresa na Califórnia estuda anticorpos contra o coronavírus

Sorrento afirma ter encontrado anticorpo eficaz
Por André Abreu Em 17/05/2020 às 16:20

Uma companhia bioquímiica da Califórnia declarou no final da semana passada que descobriu um anticorpo que, além de proteger o corpo contra o novo coronavírus também o elimina do sistema de uma pessoa dentro de quatro dias.

A matéria foi publicada pelo site Investor’s Business Daily.

Sorrento Therapeutics anunciou os resultados de sua pesquisa de anticorpos e a descoberta do anticorpo STI-1499 na sexta-feira (15).

De acordo com a companhia, o STI-1499 dá uma inibição de 100% sobre o vírus da Covid-19.

Contudo, os resultados da pesquisa da companhia não foram ainda submetidos à revisão dos pares. O teste da Sorrento foi préclínico, não foi realizado em humanos.

A Sorrento declarou que pode produzir até 200 mil doses por mês na escala de produção atual e planeja estocar um milhão de doses enquanto busca a aprovação da agência FDA dos EUA.

Henry Ji, CEO da Sorrento Therapeutics, disse que o anticorpo funciona abraçando o vírus e depois o retirando do organismo. 

A companhia examinou e testou um bilhão de anticorpos para descobrir qual pode funcionar para bloquear o vírus. Pesquisadores em todo o mundo estão buscando por um anticorpo que previna a proteína viral de se ligar a um receptor-chave na superfície das células no corpo. Uma vez que o vírus esteja nas células, ele se replica e espalha por todo o corpo.

A companhia disse que poderia começar a fazer testes clínicos do anticorpo em meados de julho, Ji disse ao The San Diego Tribune. O tratamento poderia estar disponível meses antes de uma vacina. 

A notícia levou à valorização das ações da empresa no mercado financeiro em mais de 200% na sexta-feira (15). O jornal espcializado em finanças, The Wall Street Journal, alertou rapidamente investidores que as declarações da empresa ainda não foram avaliadas tecnicamente por ninguém de fora da mesma. O jornal declarou que a experiência apresentou resultados positivos em laboratório, sem evidências que dará certo em humanos. 

Os resultados estarão disponíveis para publicação brevemente. Enquanto isso, a empresa está em cooperação com uma rede de hospitais de Nova York desenvolvendo um coquetel de três anticorpos para o coronavírus. O anticorpo mencionado anteriormente estaria neste coquetel.