InternetData CenterAssinante

De Criciúma para o mundo: modelo Kátia Selinger conta sua história

Inglês foi fundamental para que a modelo pudesse ter sucesso em Londres, Nova York e Paris
De Criciúma para o mundo: modelo Kátia Selinger conta sua história
Foto: Arquivo pessoal
Por André Abreu Em 17/03/2020 às 22:13 - Atualizado há 3 meses

A modelo Kátia Selinger esteve sempre junto ao sucesso. Ou o sucesso esteve junto a ela. Com ampla vivência internacional, Kátia desfilou nos endereços mais famosos do mundo da moda. 

A chave do sucesso? Além das qualidades essenciais para uma modelo, Kátia afirma que o inglês abre portas profissionais nos lugares mais importantes do globo. Kátia, depois de passar vários anos fora do país, leva seu conteúdo em suas aulas de inglês na YBR de Criciúma.

E entre uma aula e outra, a modelo internacional e professora de inglês arrumou um tempo para um rápido bate-papo:

Como você aprendeu inglês?

Viajando. Minha primeira viagem foi para Nova York com treze anos. Não tinha amigos brasileiros. Tinha que falar inglês.

Não viajei com alguém da família. Tive que aprender muito sozinha. Fui levada pela agência Ford de São Paulo. Tudo para mim era muito novo. 

Como você se tornou uma modelo? 

Alguém da agência Ford veio a Criciúma, Eles me convidaram para um concurso em São Paulo. Mas não ganhei o concurso.

Mesmo assim fui contratada. O pessoal da Ford de Nova York está sempre em contato com São Paulo. Eles acabaram vendo meu talento e me convidaram para começar a trabalhar com eles nos EUA. O inglês foi abrindo portas lá fora. 

Quanto tempo você morou fora do país?

Foram sete anos na Big Apple, dois anos em Paris. Um ano em Londres. Mas também fui para a Itália e a Alemanha. Aproveitei cada oportunidade. Aprendi muito inglês que hoje passo a meus alunos na YBR. 

Qual é o segredo do seu sucesso na carreira de modelo no exterior?

O inglês é essencial.