InternetData CenterAssinante

China rebate acusações dos EUA

Cresce tensão entre os dois países
China rebate acusações dos EUA
Foto: Departamento de Estado
Por André Abreu Em 22/07/2020 às 08:57 - Atualizado há 2 meses

O Ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi , fez uma chamada de vídeo oficial para o Ministro de Relações Exteriores da Alemanha Maas com o objetivo de relatar as tensões nas relções entre os EUA e a China. A chamada foi feita a pedido da Alemanha. 

Wang Yi destacou que as dificuldades atuais foram criads pelos EUA com o objetivo de atrapalhar o desenvolvimento da China.

Forças ideológicas, segundo o ministro chinês, estão em atuação nos EUA criando uma oposição ideológica ao país. A ação visa ainda isolar a China de outros países. O ministro Wang Yi destacou que os países independentes não seguirão esta linha. 

Wang Yi observou que a China ainda tem esperanças de atingir um fim pacífico, sem confrontos com respeito mútuo entre os dois países.

"A China firmemente manterá sua soberania e diginidade nacional. A China não dançará ao ritmo da música dos EUA, nem deixará os EUA fazerem as coisas do seu jeito", concluiu o ministro chinês.

Departamento do Estado dos EUA fecha consulado da China em Houston, Texas

Segundo comunicado do Departamento de Estado, o consulado chinês em Houston, nos Estados Unidos, foi fechado "para proteger a propriedade intelectual norte-americana e as informações privadas dos norte-americanos" .

O fechamento aponta uma tendência de conflito as relaçõs entre os dois países: o endurecimento da China com a lei sobre a segurança nacional em Hong Kong, as acusações de espionagem cibernética do gigante asiático, ou a situação humanitária na região de Xinjiang (ao noroeste da China) em relação à minoria muçulmana uigur. 

"Os Estados Unidos não vão tolerar qualquer violação da nossa soberania, nem intimidação do nosso povo por parte da China, como tampouco toleramos as práticas comerciais injustas, o roubo dos empregos americanos e outros comportamentos. O presidente Trump insiste na justiça e na reciprocidade em nossas relações com a China", acrescentou o comunicado do Departamento de Estado.

A China tem cinco consulados nos Estados Unidos. O de Houston (Texas) foi aberto em 1979.

O Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo (foto), tem sido duro em suas entrevistas sobre a China.