InternetData CenterAssinante

PSL confirma candidato a prefeito

O médico Allison Pires foi oficializado pré-candidato a prefeito em Criciúma
PSL confirma candidato a prefeito
Por João Paulo Messer Em 14/07/2020 às 21:56

Uma reunião com os pré-candidatos a vereador em Criciúma na noite de segunda-feira (13) e um encontro com o deputado federal Fábio Schiochet, presidente estadual do PSL, foram os movimentos que antecederam o anúncio da pré-candidatura do médico Allison Pires a prefeito em Criciúma.

Ele ocupa o espaço que antes era de Júlio Kaminski e se junta a Júlia Zanatta (PL), Francisco Baltazar (PT), Aníbal Dário (MDB) e Lucas Dalló (PODEMOS) para enfrentar Clésio Salvaro em 15 de novembro deste ano.

O primeiro movimento de Allison na política foi na condição de desconhecido candidato a vereador, pelo PSDB, nas eleições passadas, quando surpreendeu ao alcançar a segunda suplência com 1.666 votos. Na Câmara não se dobrou às imposições do partido, e por isso estrategicamente foi retirado da cadeira através de uma manobra partidária. Após anunciar saída do PSDB foi ao PSL a convite do amigo e vereador Júlio Kaminski, que naquela ocasião era o pré-candidato a prefeito. Encontrou um ambiente insatisfeito com o então pré-candidato e o viu sair de forma parecida como se viu no PSDB. Kaminski saiu e deixou a cadeira vaga. O articulador Ricardo Beloli construiu o ambiente e o grupo de pré-candidatos a vereador fez o que qualquer um gosta de ouvir, o apelo em coro para que aceitasse o desafio. Só faltaram as garantias de suporte que um partido que está no governo do Estado não tem dificuldades para oferecer. E assim, Allison Pires que antes da eleição passada nem era conhecido do atual prefeito, torna-se o seu adversário. Agora, assim como os demais, briga para figurar como o candidato de oposição.