InternetData CenterAssinante

Atualizando julgamento do governador na ALESC

Processo de impeachment de Carlos Moisés e Daniela Reihner está em análise...
Atualizando julgamento do governador na ALESC
Por João Paulo Messer Em 17/09/2020 às 13:31

ACOMPANHE O JULGAMENTO DO PROCESSO DE IMPEACHMENT DO GOVERNADOR E VICE NA ALESC

Deputados que saíram para almoçar deixaram a ALESC por volta das 13h.

Às 13h aberto acesso à imprensa credenciada.

Nos bastidores curiosidade sobre dois recursos (liminar) do governador Carlos Moisés e da vice-governadora Daniela Reihner.

O desembargador Luiz César Medeiros acaba de negar um dos pedidos liminares. O mandado de segurança foi impetrado pelo governador contra o deputado João Amin, presidente da Comissão Especial do Impeachment. O desembargador disse no despacho:  “..... é inegável que ao deixar de promover a suspensão do pagamento da verba questionada, o Senhor Governador permitiu, aquiesceu com seu pagamento, sendo, portanto, uma consequência lógica de sua omissão.  Impende salientar, ainda, que há menção em diversas oportunidades acerca da necessidade de melhor averiguação dos fatos narrados, análise mais aprofundada, o que, evidentemente, traduz-se na ausência de qualquer juízo concreto de responsabilidade. Há apenas a afirmação de que existem indícios da prática do crime de responsabilidade que devem ser melhor investigados"."  E assim nega a liminar.

Aposta de bastidores sugerem placar de "sete" votos a favor do governador apenas: 33 a 7. (Pelo governador: Ricardo Alba e Coronel Mocelin (PSL), José Milton Scheffer e Altair Silva (ambos do PP), Vicente Caropreso (PSDB), Bruno Souza (NOVO), e Paulinha (PDT).

Uma fonte de "década" aqui na ALESC chuta: Otimista para o Governo 30 a 10. Pessimista 34 a 6.

PT deve votar em bloco (quatro votos) pelo impeachment. O mesmo ocorre com o PL que deve ter quatro votos pelo impeachment.

O PT já anuncia nos corredores da ALESC que votará em bloco pel,o impeachment. Informação é de que o deputado Décio Lima articulou forte no início da discussão em favor do governador ou "contra o impeachment".