InternetData CenterAssinante

Antes de abonar a ficha da Júlia, senador esteve na PM

O coronel Cosme Manique Barreto está cotado para ser candidato a vice-prefeito
Antes de abonar a ficha da Júlia, senador esteve na PM
Por João Paulo Messer Em 13/02/2020 às 23:11

Antes da assinatura de ficha de filiação de Júlia Zanatta, no Partido Liberal, nesta quinta-feira, o senador Jorginho Mello acompanhado do coordenador regional do partido Márcio Búrigo e da pré-candidata Júlia Zanatta, esteve na sede da 6ª Região da Polícia Militar. Se encontrou com o comandante regional coronel Cosme Manique Barreto. Oficialmente foi uma visita à unidade militar, mas óbvio que falaram sobre eleições. O militar que irá para a reserva em maio tem pretensões de disputar a eleição na majoritária. A sigla mais provável será o PODEMOS. Na conversa todas as nuances a cerca da possibilidade.

Oficialmente o senador esteve na unidade militar para conhecer a estrutura da PM em Criciúma, mas a visita me "cheira bronca" para o coronel. Isso porque Mello tem dito que entre os partidos que não farão coligação com o PL está o PSL do governador Carlos Moisés. Ainda que tenha sido uma visita de um senador à uma unidade militar, a obviedade de que os participantes conversaram sobre eleições, isso pode ter desdobramentos. Aparentemente não há indício de qualquer infração militar, mas já vi muita coisa menor ganhar proporções gigantes em se tratando de vida militar. Cosme e seus visitantes são bolsonaristas e hoje bolsonaristas significam adversários do governador Carlos Moisés. Suspeito que vamos ter desdobramentos.