InternetData CenterAssinante

O impulso à pré-candidatura de Ghellere

PSL sai na frente em Araranguá
O impulso à pré-candidatura de Ghellere
Por João Paulo Messer Em 20/09/2019 às 23:34

A verba de R$ 1 milhão anunciada nesta sexta-feira pelo deputado federal Daniel Freitas (PSL) e destinada ao Hospital Regional de Araranguá remete à leitura de que o partido e o governo de Jair Bolsonaro já começaram a fazer gestos que miram a candidatura do advogado Ricardo Ghelere à prefeitura de Araranguá. Ele é do PSL e se constitui atualmente no que pode ser o mais forte nome do partido à eleição do ano que vem. Tem o perfil buscado pelo partido que ganhou as últimas eleições no Estado por oferecer um nome novo e com ficha de serviços à sociedade, caso de Ghellere.

Ele começou a dar visibilidade à sua carreira pública quando assumiu a gestão da saúde regional da AMESC e pelo sucesso alcançado foi impulsionado à criar o Instituto Maria Schmitz, IMAS, hoje uma das referências de gestão de saúde em Santa Catarina. Já ouviu do governador Carlos Moisés, semana passada, que tem o perfil desejado pelo PSL.

Ghellere fez um pedido e tanto ao deputado federal Daniel Freitas: quer que ele traga o presidente Jair Bolsonaro para um evento político em uma eventual campanha eleitoral, no ano que vem. A presença do presidente da república pedindo voto para Ghellere pode ser uma espécie de consagração de campanha.