InternetData CenterAssinante

Jeferson Monteiro já tem dia para entrar no PL

Evento de filiações deve ocorrer ainda em outubro
Jeferson Monteiro já tem dia para entrar no PL
Por João Paulo Messer Em 01/10/2019 às 06:50

No dia 26 de outubro o líder estadual do PL, senador Jorginho Melo, virá à Criciúma para uma agenda que inclui a filiação do advogado criciumense Jeferson Monteiro. No mesmo dia o partido deve fazer uma série de outras filiações, entre elas de vereadores de diversas vertentes como o atual presidente da Câmara de Vereadores de Forquilhinha, Maciel Dassoler. Seu nome está cotado para ser candidato a prefeito.

Jeferson Monteira saiu do MDB recentemente. Pelo menos em duas oportunidades já esteve na capital do Estado, reunido com o senador Jorginho Mello. O ex-prefeito Márcio Búrigo tem afirmado que já tem “no bolso” a ficha de filiação de Monteiro. É possível, entretanto, afirmar que o verdadeiro “costureiro” desta filiação é o também ex-emedebista Ricardo Beloli.

Entendam o Jorginho

O “jogo pesado” do senador Jorginho Melo, que parece ser hoje o líder que mais tem agregado nomes estratégicos na região Sul do Estado tem fácil explicação: ele é candidato a governador em 2022. Existe nos bastidores uma tese sugerindo que ele pode ser candidato numa aliança que teria dois partidos de posicionamento antagônico em Santa Catarina: PP e MDB. O que impressiona ainda mais é que em tese a construção dessa aliança tem início em outra construção, que seria a das candidaturas a prefeito do PP e do MDB, em Florianópolis. E o que também surpreende é que isso ocasionaria em Esperidião Amin e Dário Berger juntos no mesmo palanque.

Sucedendo

Há um aspecto a ser observado na construção do PL na Região Sul. Tudo começou com a autonomia dada pelo senador Jorginho Melo ao jovem líder e atual presidente da Fundação Municipal de Esportes em Criciúma, Nícola Martins. Logo depois o bastão passou às mãos de Márcio Búrigo, que sabidamente não afina com Clésio Salvaro. Agora a batuta parece de verdade na mão de Ricardo Beloli, que tem perfil de oposição ao prefeito de Criciúma.