InternetData CenterAssinante

Cozinhas Divertidas!

Valorizando o convívio
Por João Rieth Em 17/11/2020 às 11:14

Anualmente verificamos as principais tendências que os escritórios de arquitetura e design, ao redor do mundo, preconizam para o ambiente cozinha nos próximos meses. E, em tempos de pandemia, quando muitos usuários passaram a prestar maior atenção a estes espaços domésticos, encontramos  soluções experimentais inusitadas: uso de azulejos brilhantes e armários coloridos para desafiar a tendência atual de espaços totalmente brancos. Será uma reação a este período de incertezas e recolhimento? Ambientes mais lúdicos e estimulantes para compensar tantas horas de reclusão e isolamento? Provavelmente um olhar mais otimista para o pós-pandemia onde os espaços de convívio e socialização serão mais valorizados e usufruidos.

 

 

O Estúdio Sans-Arc, da Austrália, projetou a Plaster Fun House, em Torrensville, onde um grande plano de apoio foi idealizado para as refeições matutinas,em cimentício terrazzo rosa,  complementado por armários na cor azul, com luminárias pendentes esféricas e detalhes abundantes em latão. O espaçofoi construído como extensão de uma casa de campo e tem como base a arquitetura art déco e P&O - um estilo que surgiu após a popularidade dos navios de cruzeiro na década de 1930.

O Estúdio R2, da Inglaterra, projetou a Delawyk Module House, onde introduziu os armários amarelo-mostarda no espaço de cozinha desta casa dos anos 1960, em Londres, como parte de um redesenho lúdico para uma jovem família.

As unidades da cozinha são equipadas com azulejos retro, laranja, puxadores na cor prata e piso de madeira carvalho tingido para criar contraste.

Do Japão, vem a proposta do Apartamento Nagatachō, Japão, criado por Adam Nathaniel Furman, onde a cozinha rosa se localiza no centro deste apartamento, em Tóquio, pensado como "um lugar de felicidade, alegria e leveza para um casal de aposentados.As unidades são combinadas com azulejos azuis dispostos em espinha de peixe, com o piso verde listrado. Há também uma copa adjacente com um tapete lilás.

O Studio MDDM, da China, combinou paredes amarelas vibrantes com acessórios feitos de pedras verdes, laranjas e beges para criar esta cozinha colorida, em um apartamento em Pequim. Acentos contrastantes em turquesa, vistos também nos armários e nas portas de correr da sala, foram acrescentados para acentuar a cor da pedra verde do terraço.

Colombo and Serboli Architecture, da Espanha, criou a cozinha e balcão em terracota, no  Apartamento Klinker de Barcelona.O revestimento em cimento terracota reveste o teto, a parede e o piso da cozinha do apartamento para as férias, em um edifício art-nouveau.Essas superfícies quentes são complementadas por armários, combinando com uma ilha central para o café da manhã, contrastando com os ladrilhos originais remanescentes.

No apartamento belga, projetado por Carmine Van Der Linden e Thomas Geldof, os armários de madeira de bétula e as prateleiras tingidas em tom verde escuro para evocar algas e gramíneas, em homenagem a sua localização na costa da Bélgica.A parede de gesso escuro, com acabamento na mesma cor e detalhes em aço, possui bancadas de mármore claro e piso cinza.

O espaço da cozinha multicolorida da Kennington House foi projetado pelo R2 Studio de Londres, como uma cozinha que evita o uso de superfícies frias e brilhantes.Em vez disso, os armários de bétula  foram revestidos com acabamentos em azul cobalto, amarelo-limão e verde-salva, adornados com bancos em tons de coral e bancadas de concreto.

No caso da solução vinda da Grécia, a cozinha é um dos vários cômodos de uma hospedagem em Atenas, onde o designer grego Stamos Michael a reformulou para evocar um espaço de galeria. Paredes aconchegantes na cor ameixa são animadas por uma grande peça de arte moderna e contrastadas com armários em tons de esmeralda e prateleiras pretas em estilo industrial.

A cozinha rosa-choque com armários na cor cinza,do partamento em Born, Espanha, foi projetado por Colombo and Serboli Architecture.Quartzo cor rosa foi usado para criar a ilha para o café da manhã no apartamento do século 13 em Barcelona.Os moveis em madeira compensada, ​​com unidades da cozinha cinza, com puxadores de latão, contrasta com o duto exposto da coifa, em tom vermelho e um volume arqueado na cor coral, onde esconde o  pequeno lavabo.

Uma grande ilha com uma bancada monocromática saliente, feita em mosaico está posicionada no centro desta cozinha na Casa do Coelho Branco, de Gundry & Ducker Arquitetos, de Londres.A ilha é combinada com um cenário de armários embutidos com janelas e portas em arco, e  piso revestido com grandes revestimentos luminosos, em branco, azul e cinza.

Certamente estas dez inspirações irão influenciar as novas soluções contemporâneas, pelo menos cromaticamente! Impossível passar sem perceber.

 

Leia mais sobre: