InternetData CenterAssinante

ONG Alemã Plant-for-the-Planet faz atividade ambiental em Balneário Arroio do Silva

40 crianças participarão de ação que acontecerá no Camping e Pousada Serra e Mar
ONG Alemã Plant-for-the-Planet faz atividade ambiental em Balneário Arroio do Silva
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 28/03/2019 às 17:26

Em um momento em que a preocupação com o desmatamento da Amazônia e o número de enchentes, secas e outros eventos climáticos extremos só têm aumentado, a Plant-for-the-Planet – organização sem fins lucrativos fundada na Alemanha, realiza em Balneário Arroio do Silva já seu quinto atividade de educação ambiental com crianças no estado de Santa Catarina. A atividade, chamada de Academia, acontece nesta terça-feira, dia 02, entre 8.30 e 17.00 horas, no Camping e Pousada Serra e Mar em Arroio do Silva, e conta com a parceria dos proprietários do camping, a Secretaria Municipal de Obras e a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte da prefeitura do Balneário Arroio do Silva, a professora Ruana Tomaz da Escola Municipal de Ensino Básico Apolônio Ireno Cardoso, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em Araranguá.

Depois de já ter organizado cerca de 1300 Academias em mais de 71 países, a Plant-for-the-Planet faz quinta atividade no estado de Santa Catarina. As Academias são compostas por uma metodologia reconhecida pelo Programa das Nações Unidades para o Meio Ambiente – PNUMA, e envolvem conversas e brincadeiras que ajudam a explicar o conceito de justiça climática. Além disso, as crianças também participarão de um plantio e encerrarão o dia fazendo apresentações de projetos que elas queiram implementar em suas escolas e/ou comunidades.

A atividade é possível graças as parcerias com a professora Ruana Tomaz, que alinhou com a prefeitura municipal de Balneário Arroio do Silva e a participação de 40 alunos das escolas municipais de Ensino Fundamental Jardim Atlântico e de Ensino Básico Apolônio Ireno Cardoso. Os proprietários do Camping e Pousada Serra e Mar, Ubaldo Pinheiro da Rosa e Juselaine Ballico disponibilizam o espaço físico para a Academia e o plantio e a alimentação dos alunos durante o evento. A equipe da Secretaria de Obras, Viação e Serviços Urbanos prepara os locais para receber as mudas e a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte providenciará o transporte escolar das escolas. As mudas estão doadas pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá. A professora doutora Kátia Madruga da UFSC em Araranguá organizará uma equipe de estudantes voluntários que ajudam na realização do evento.

De acordo com o Coordenador de Projetos da Plant-for-the-Planet na região de Araranguá, Lutz Michaelis, essa Academia é especial pelo fato que é a primeira que reúne jovens de dois municípios em prol pelo meio ambiente e o início de um processo em as crianças vão desenvolver os seus projetos de plantio e com a ajuda de adultos e das escolas colocá-los em prática“. O coordenador ainda destaca que „o título de embaixador da justiça climática que os participantes recebem significa integrar a rede internacional da Plant-for-the-Planet, que tem a meta de plantar um trilhão de árvores até 2030 em todo o mundo“.

Plant-for-the-Planet

A Plant-for- the-Planet foi fundada em 2007 por Felix Finkbeiner. Na época, ele tinha nove anos e fez uma apresentação sobre a crise climática na sua sala de aula. Durante a sua pesquisa, ele inspirou-se na vencedora do Prêmio Nobel da Paz, Wangari Maathai, nascida no Quénia, que juntamente com outras mulheres, plantaram 30 milhões de árvores ao longo de 30 anos. Felix terminou a sua apresentação propondo que as crianças de todo o mundo plantassem 1 milhão de árvores por país e lutassem por um futuro mais justo como uma grande família global. Pouco tempo após a sua apresentação, aconteceu a primeira plantação. As escolas das regiões vizinhas aceitaram o desafio e também começaram a plantar. Em maio de 2010, a milionésima árvore foi plantada na Alemanha. Hoje, a Plant-for- thePlanet está em mais de 193 países e já capacitou mais de 75.000 crianças a tornarem-se Embaixadoras da Justiça Climática em 71 países.

Colaboração: Plant for the Planet Brasil