Ambiente

Meio Ambiente

Estação Cocal ganha horta comunitária

Durante o mês de junho, Vila Rica e bairro Bortolatto irão receber o projeto

10
JUN
2018
| 21h25
21h25
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Foto: Divulgação

O distrito de Estação Cocal, em Morro da Fumaça, ganhou neste sábado a primeira horta comunitária do município. A iniciativa é da Fundação do Meio Ambiente (Fumaf) em parceria com as secretarias de Agricultura, Saúde, Educação e Infraestrutura, além da comunidade, empresas e instituições.  

Ao longo do mês de junho, dedicado ao Meio Ambiente, outras duas hortas serão implantadas. Na próxima semana, o trabalho será realizado na localidade de Vila Rica e na sequência no bairro Bortolatto.

O presidente da Fumaf, Natan Souza salienta que o projeto visa estimular a prática da agricultura de subsistência sustentável, proporcionando a alimentação saudável, através do consumo de produtos de maior qualidade. “Isto desperta a conscientização quanto ao reaproveitamento e incentiva técnicas ambientalmente sustentáveis”, fala.

A horta foi toda feita com madeiras reutilizadas que formam os canteiros suspensos.

Doação de mudas

No local, a Fundação do Meio Ambiente ainda fez a doação de mudas de árvores nativas e os agricultores familiares realizaram uma feira. “É uma grande iniciativa da Fumaf que conta com a parceria da comunidade em geral e de instituições que abraçaram a ideia, levando a conscientização e beneficiando os moradores”, fala o vice-prefeito Eduardo Guollo.

Utilização

O funcionamento, conforme o presidente da Fumaf será definido através de regras elaboradas com a própria comunidade.

Souza explica ainda que a iniciativa ocupará espaços públicos, fortalecerá a agricultura familiar e permitirá a participação popular. “Além de Estação Cocal, de Vila Rica e do bairro Bortolatto, outros bairros que tiverem interesse podem procurar a Fumaf e levar este projeto para as duas comunidades também. Estão todos de parabéns pelo projeto e pelo trabalho realizado”, diz o prefeito Noi Coral.

Farmácia Viva

A estrutura recebe também o projeto Farmácia Viva, da Epagri, que se baseia no cultivo de plantas medicinais e orientação quanto ao melhor preparo fitoterápico de cada erva. “Criaremos um material informativo para instruir sobre a espécie, preparo e consumo”, explica Souza.

Além da Fumaf, participam da iniciativa, Epagri, empresas, Cermoful, agricultores e diversas instituições.

Colaboração: Marciano Bortolin / Assessoria de imprensa

Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Atrações especiais marcam aniversário de oito anos da Feira LivreExperiência de Oração será realizado neste fim de semanaMobilidade urbana norteia debate do Cultura AcicGestantes recebem orientações sobre gravidez e cuidados com os bebêsSuspeitos de cometerem homicídio são presosUnesc comemora 50 anos em evento com a participação da comunidade