navegue nos blocos da capa

Ambiente

Turismo ecológico

Santa Rosa de Lima sedia Festival Caminho da Araponga

Evento ocorre de 15 a 19 de novembro

13
NOV
2017
| 12h53
12h53
Redação Portal Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Carlos Eduardo Nascimento

O Sebrae/SC, idealizador do projeto Rota da Baleia Franca, está promovendo o 1º Festival Caminho da Araponga. O evento ocorrerá em Santa Rosa de Lima, no extremo Sul catarinense, de 15 a 19 de novembro.

Com o nome científico de Procnias nudicollis, a araponga, também conhecida como guiraponga, uiraponga, ferreiro e ferrador, é a ave-símbolo do estado de Santa Catarina. Já foi muito caçada e, hoje, é considerada uma espécie ameaçada na fauna catarinense, porém, ainda é bastante encontrada em Santa Rosa de Lima, devido à diversidade vegetal do município.

“Hoje em dia, a observação de vida selvagem, principalmente a de pássaros, é um dos segmentos de turismo que mais cresce no mundo. O Sebrae já atua de forma bastante intensa no litoral, com a chegada das baleias, mas pode levar esse apoio para outras regiões, outros municípios onde exista uma fauna silvestre diversificada”, destaca o coordenador de Turismo do Sebrae/SC, Alan Claumann.

O presidente da Associação Florianopolitana dos Observadores de Aves (Afoa), Carlos Eduardo Nascimento, afirma que Santa Rosa de Lima possui uma grande diversidade vegetal e animal. “No caso das arapongas, elas começam a ir para o município em outubro e ficam até fevereiro, esse é o período de reprodução e é quando elas mais cantam. Porque os machos usam o canto, o voo e a plumagem para atrair as fêmeas”, explica Nascimento.

Segundo ele, o canto bastante alto da araponga é realmente o que mais atrai os observadores de aves, cuja prática também é conhecida como birdwatching. O gerente de Recursos Humanos do Sebrae/SC, Marcondes da Silva Cândido, também é “passarinheiro”, como eles costumam se chamar, e defende que a atividade, além de gerar negócios, ainda colabora com a preservação do Meio Ambiente.

“Sabemos que muitas pessoas tinham como hobby ter passarinhos em casa, engaiolados, mas isso está diminuindo cada vez mais. Elas estão tendo mais consciência e o turismo de observação de aves tem colaborado também. Agora, o hobby é observar, fotografar e catalogar as espécies encontradas”, ressalta Cândido. Inclusive, os praticantes fazem das fotografias uma coleção pessoal e existe até uma disputa para ver quem possui mais registros.

Com tudo isso, Claumann reforça a importância de projetos de incentivo à observação de vida selvagem, já que os adeptos investem em equipamentos e viagens para diferentes lugares, mas nem sempre encontram uma boa estrutura ou o evento é bem divulgado.

“É nesse aspecto que entram as consultorias do Sebrae. Com a vinda de observadores e outros turistas, é preciso pensar em vários aspectos, como hospedagem, transporte, alimentação e comércio ligados ao segmento. Nosso objetivo é fomentar o turismo, fazendo isso da melhor forma possível e com retorno positivo para ambas as partes: o turista e o empreendedor”, finaliza o coordenador de Turismo do Sebrae.

Programação

O 1º Festival Caminho da Araponga terá saídas guiadas para a observação de arapongas, palestras com especialistas, visitas em escolas e confraternização com harmonização de cervejas artesanais. Inscrições podem ser feitas neste link. Confira abaixo a programação completa:

Quarta-feira, dia 15

09:00 – Abertura e café na Pousada Doce Encanto; Autoridades / Palestra com Carlos Nascimento, da Afoa (gratuito);
12:00 – Almoço na Pousada Doce Encanto;
15:00 – Saída guiada para a comunidade de Santa Bárbara (gratuito);
20:00 – Harmonização com cerveja artesanal na Pousada Cantinho da Família.

Quinta-feira, dia 16

06:00 – Café nas pousadas;
07:00 – Saída guiada da Pousada Doce Encanto para a comunidade de Santa Bárbara (gratuito);
12:00 – Almoço na Pousada Vitória.

Sexta-feira, dia 17

06:00 – Café nas pousadas;
09:00 – Palestra com Carlos Nascimento, da Afoa, para alunos de 10 a 14 anos no Salão Velho (gratuito);
12:00 – Almoço na Pousada Chalé Assing;
15:00 – Visita a produção de orgânicos e café da tarde nas propriedades; Noite – Palestra com Carlos Nascimento, da Afoa, para alunos do Ensino Médio e a comunidade no Salão Velho.

Sábado, dia 18

06:00 – Café nas pousadas;
07:00 – Saída guiada da Pousada Doce Encanto para a comunidade de Santa Bárbara (gratuito);
12:00 – Almoço na Pousada Sítio Cristine;
15:00 – Palestra “Conhecimento das aves de Santa Catarina – do século XVI ao século XXI”, com a bióloga Lenir Alda do Rosário (gratuito);
18:00 – Palestra “Novos Horizontes na Fotografia de Aves – dicas e técnicas”, com o professor e fotógrafo João Quental (gratuito).

Domingo, dia 19

06:00 – Café nas pousadas;
07:00 – Saída guiada com Carlos Nascimento, da Afoa, na Pousada Doce Encanto e o dia livre.

Colaboração: Nazario & Bortot Comunicação

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Studio Voga promove a magia com Espetáculo Velha InfânciaA excelência dos vinhos da serra catarinense e da gastronomia à mesaNovos serviços ou até venda no futuro do ComplexoO alto risco de não ter TV no Catarinense 2018Tarde de orientação e prevenção aos agricultoresAlça do Anel Viário com asfalto só em 2018