navegue nos blocos da capa

Ambiente

Criciúma

Famcri faz plantio e distribui mais de 5 mil mudas

Plantas cultivadas no Horto Florestal são distribuídas gratuitamente

15
ABR
2017
| 11h12
11h12
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Jhulian Pereira

Arborizar a cidade traz benefícios ao meio ambiente e aos moradores. Cultivar plantas resulta em conforto ambiental, melhora a qualidade do ar, reduz a poluição e contribui para a conservação do ambiente ecologicamente equilibrado. Sabendo da importância do plantio de árvores, a Prefeitura de Criciúma, por meio da Fundação do Meio Ambiente (Famcri), já plantou e distribuiu mais de cinco mil mudas em 2017. As espécies mais procuradas pela comunidade são as nativas frutíferas.

“As mudas são plantadas por todas as regiões da cidade, em escolas e unidades de saúde. Além do plantio, também distribuímos para os moradores de forma gratuita. Mudas de Inga Feijão, Araçá e Palmito estão entre as mais requisitadas pelas pessoas. Também distribuímos mudas em eventos da Prefeitura”, relata o diretor de Educação Ambiental, Unidades de Conservação e Arborização da Famcri, Christophe Maximiano de Lima. Somente no Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março, mais de 1,2 mil mudas foram entregues à comunidade.

Todas as mudas distribuídas são cultivadas por 13 funcionários da Famcri no Horto Florestal Antônio José Guglielmi, no bairro Jardim União. “No ano passado, as mudas eram compradas. Neste ano, é a gente que está fazendo o plantio através de sementes e reprodução. Os moradores também contribuem com a doação de plantas. Manteremos este processo enquanto conseguirmos atender a demanda”, ressalta Lima. O cultivo de flores para o plantio em canteiros, logradouros, escolas e praças públicas também é realizado.

De acordo com a presidente da Famcri, Anequésselen Bitencourt Fortunato, é importante que os moradores façam o plantio correto das mudas para não resultar em prejuízos, principalmente no meio urbano.

“É sempre fundamental realizar um bom planejamento antes da plantação. A população precisa verificar se a espécie é de pequeno porte, no caso de ter rede elétrica próxima, evitar árvores com raízes profundas para não danificar a rede de água, esgoto e os passeios públicos. A Famcri possui profissionais qualificados para realizar esse trabalho, e os moradores podem solicitar o acompanhamento ou pedir orientações”, explica a presidente.

Colaboração: Émerson Justo/Decom

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Criciúma lança uniforme para a Série BPalestra de Celso Bandeira encerra 18ª Conferência da AdvocaciaPolícia elucida homicídio de jovem em frente a casa noturnaO carro encontrou o caminho errado no CentroCadeiras são reformadas para atletas do Handebol sobre rodasMuseu de Zoologia da Unesc lança cartilha para professores