InternetData CenterAssinante

Jout Jout chega a Criciúma para encontro sobre empoderamento feminino

Evento acontece quarta-feira, dia 11, às 19h, no Centro de Eventos Flor de Lis
Jout Jout chega a Criciúma para encontro sobre empoderamento feminino
Foto: Divulgação
Por Bárbara Barbosa Em 09/04/2018 às 12:26

Quem chega a Criciúma esta semana é a jovem jornalista Júlia Tolezano, criadora do canal JoutJout Prazer, com mais de 1,5 milhões de inscritos. Ela, que foi apontada pela Forbes como uma das jovens brasileiras mais influentes e embaixadora do Youtube para empoderar mulheres, vai estar na cidade nesta quarta-feira, dia 11, a partir das 19 horas, no Centro de Eventos Flor de Lis. É a primeira vez que ela vem a Santa Catarina.

Jout Jout vai participar do evento Conexões, organizado pela Bossa Experiências Criativas. O encontro será uma conversa sobre empoderamento feminino com algumas surpresas que estão sendo preparadas para o público. Os últimos ingressos estão à venda pelo site . A entrada custa R$ 60 e, a meia, R$ 30. 

Embaixadora

Há dois anos o Youtube selecionou sete Youtubers influentes do mundo, cada uma representando uma mulher inspiradora de seu país. Jout Jout foi a brasileira escolhida e representou Pagu, Patrícia Galvão, forte nome do movimento modernista brasileiro, escritora e jornalista. O projeto, que teve parceria da ONU, buscou potencializar a participação feminina na plataforma.

JoutJout Prazer

Jout Jout ficou nacionalmente conhecida com o seu vídeo “Não tira o batom vermelho”, que trata sobre relacionamentos abusivos e foi visto mais de 3 milhões de vezes. A cada novo vídeo ela amplia sua rede, surpreendendo pela diversidade de temas abordados com autenticidade e bom humor. Na última semana, com o vídeo “A falta que faz”, onde comenta o livro “A parte que falta”, escrito e ilustrado por Shel Silverstein, ela acabou por colocá-lo no topo de vendas da Amazon.

Irreverente, autêntica e original, ela tem mais de 200 milhões de visualizações em seus vídeos. É autora do livro “Tá Todo Mundo Mal” (Cia das Letras). Foi eleita jovem destaque do Brasil, com menos de 30 anos, pela Forbes. Marcou presença em vários segmentos da mídia nacional, como o Programa Altas Horas, Conversa com Bial, Programa do Jô e Marília Gabriela Entrevista, além de ter sido capa das revistas Pequenas Empresas & Grandes Negócios, Capricho, Glamour e TPM, entre tantas outras. 

No último carnaval, uma marca de cerveja produziu com ela um vídeo com dicas sobre comportamentos quadrados. Viralizou imediatamente após a sua publicação e a frase: “Depois do não é tudo assédio” virou tema para faixas, cartazes e até tatoo, que puderam ser vistos em todo o país, durante a cobertura jornalística da folia. Júlia é a expressão do novo momento da comunicação que coloca o protagonismo a serviço de causas relevantes e que por esta razão engaja.

Colaboração:Davi Carrer

 

Anúncio